Ícone de Contato Contato
(31) 2105-8000

Ícone do WhatsApp WhatsApp
(31) 99796-1540

Amostra de Perda Fetal Exame Genético CytoSNP

Se houver interesse em exame mais completo, com análise de alterações cromossômicas e gênicas, acesse o link a seguir para mais informações: https://www.laboratoriogene.com.br/exames/perda-fetal-cytosnp-e-autopsia-molecular-fetal-analise-de-alteracoes-cromossomicas-e-genicas/ 



CytoSNP de Perda Fetal (em restos ovulares/placentários, amostra de curetagem ou aspiração uterina, feto, pele ou fragmento de cordão umbilical de natimorto)



Nos últimos anos ocorreu nos Estados Unidos e Europa uma migração progressiva do exame cromossômico clássico com bandas G para exames cromossômicos de alta definição baseados em microarranjos de DNA, que têm a vantagem de oferecer maior resolução e maior abrangência diagnóstica, com excelente custo/benefício. Grandes laboratórios americanos já fizeram a mudança para o novo exame cromossômico em microarranjos. Está na hora de modernizar.

O CytoSNP é um exame cromossômico molecular de Alta Definição e muito útil para análise de amostra de perda gestacional (em restos ovulares/placentários, amostra de curetagem ou aspiração uterina, feto, pele ou fragmento de cordão umbilical de natimorto). O fixador ideal dos tecidos é o etanol (álcool comum). Não usar formol*, que degrada o DNA.

Este poderoso teste escaneia todo o genoma de forma a analisar possíveis variações cromossômicas estruturais relevantes para as doenças humanas. Esta moderna técnica foi desenvolvida para permitir uma análise cromossômica de alta resolução com comprovada superioridade às técnicas anteriores (FISH - Fluorescence In Situ Hybridization e CGH - Comparative Genome Hybridization), como consta na publicação que pode ser acessada no link https://www.illumina.com/products/by-type/clinical-research-products/human-cytosnp-12.html

Imagem

  1. Srebniak MI, Boter M, Oudesluijs GO, et al. Genomic SNP array as a gold standard for prenatal diagnosis of foetal ultrasound abnormalities. Mol Cytogenet. 2012;5(1):14. doi: 10.1186/1755-8166-5-14.


Quais as vantagens do teste CytoSNP?

  • utiliza um amplo painel de SNPs (Single Nucleotide Polymorphisms) distribuídos por todo o genoma que permite estudar sequências-alvo relevantes, reconhecidas como tendo importância para doenças humanas causadas por alteração cromossômica quantitativa (c. 300.000 SNPs: “the best of the best”)

  • apresenta reproducibilidade >99,9% com baixa interferência de ruídos na medição de número de cópias de SNPs

  • o resultado se baseia em dados de uma cuidadosa e detalhada cobertura de cerca de 250 regiões associadas a doenças genéticas, incluindo também as regiões subteloméricas, pericentroméricas e os cromossomos sexuais

  • detecta muitos tipos e tamanhos de variações cromossômicas estruturais no genoma que podem afetar o fenótipo, a saber:

         - duplicações e microduplicações cromossômicas

        - deleções e microdeleções cromossômicas

        - perda de heterozigosidade (LOH) associada a doenças gênicas recessivas

        - mosaicismo (mistura de células normais e células alteradas)

  • processa 12 amostras em conjunto, garantindo eficiência, custo reduzido e variabilidade experimental controlada

  • necessita de apenas 200 ng de DNA, sendo ideal para testar pequenas quantidades de amostras biológicas (poucas células).


O que o CytoSNP detecta? Veja a lista de 10 itens abaixo:

1- Tetrassomias, trissomias e monossomias parciais ou totais de TODOS os cromossomos autossômicos

2- Alterações nos cromossomos sexuais X e Y

3- Triploidia

4- Tetraploidia

5- Duplicações e deleções microscópicas e submicroscópicas, alguns exemplos escolhidos, um em cada cromossomo, sendo:

  • deleção 1p36: Síndrome da Deleção 1p36

  • deleção 1q41-q42: Síndrome de Fryns

  • deleção 2p13: Síndrome de Joubert tipo 4

  • deleção 3p23: Síndrome de von Hippel-Lindau

  • deleção 4p-: Síndrome de Wolf-Hirschhorn

  • deleção 5p-: Síndrome de Cri-du-chat

  • deleção 5p13: Síndrome de Cornelia de Lange

  • deleção 6q23: Síndrome de Jouber tipo 3

  • duplicação 7q11: Síndrome de Williams

  • deleção 10p14: Síndrome de DiGeorge tipo 2

  • deleção 11p15: Síndrome de Beckwith-Wiedemann

  • deleção 12q24: Síndrome de Noonan tipo 1

  • deleção 15q- materna: Síndrome de Angelman

  • deleção 15q- paterna: Síndrome de Prader-Willi

  • deleção 16p13: Síndrome de Rubistein-Taybi

  • deleção 17p11: Síndrome de Smith-Magenis

  • deleção 17p13: Síndrome de Miller-Dieker

  • deleção 18q22: Síndrome de DeGrouchy

  • deleção 20p12: Síndrome de Alagille

  • deleção 22q-: Síndrome de DiGeorge tipo I

  • deleção 22q11: Síndrome de Cat-Eye

  • deleção Xp22: Síndrome de Opitz

  • deleções ou duplicações Yp11: Síndrome de Swyer (SRY)

6- Alterações nas regiões subteloméricas e pericentroméricas

7- Translocações não-balanceadas

8- Mosaicismo (>30% de células alteradas)

9- Dissomias uniparentais (UPDs), como as listadas abaixo:

  • UPD 6: Diabete Neonatal Transiente

  • UPD 7: Síndrome de Russel Silver

  • UPD 11: Síndrome de Beckwith-Wiedmann

  • UPD 14q32 Materna: Síndrome de Temple

  • UPD 14q32 Paterna: Síndrome de Kagami

  • UPD 15q Materna: Síndrome de Angelman (outra causa diferente da microdeleção 15q-)

  • UPD 15q Paterna: Síndrome de Prader-Willi (outra causa diferente da microdeleção 15q-)

10- Regiões de homozigosidade/perda de heterozigosidade, sugestivas de possíveis doenças gênicas recessivas


Acesse a lista de doenças detectáveis pelo exame CytoSNP.

1 - Organizada em ordem Alfabética

2 - Organizada por cromossomo 


* Se a amostra já passou por formol e o DNA estará degradado, o exame por PCR/SNP array para análise de alterações cromossômicas fetais em amostra de perda gestacional não funcionará. Não adianta “tirar do formol e trocar por álcool”. Será uma perda de esforço laboratorial e perda do seu dinheiro porque não haverá resultado mas o exame terá sido feito e o pagamento será devido!

Ícone Material

TIPO E QUANTIDADE DE MATERIAL

Material da perda fetal, restos ovulares/placentários, material de curetagem ou aspiração uterina, fragmento de cordão umbilical ou de pele fetal

Ícone Prazo

PRAZO DE ENTREGA

cerca de 60 dias

Conteúdo relacionado

Resultados da Pesquisa de Satisfação com clientes e pacientes do Laboratório GENE

A premissa que guia os trabalhos do Laboratório GENE há mais de 35 anos é a busca pela qualidade máxima. Nos resultados precisos  e confiáveis dos exames, no carinho com os pacientes e no cuidado dos atendimentos, a busca pelo melhor padrão de serviço é sempre perseguida com dedicação de toda equipe. 

A maior recompensa é o nível de satisfação dos clientes. Por esse motivo o GENE compartilha abaixo o último resultado das pesquisas internas de satisfação:

Imagem


Imagem


Imagem


Imagem


O compromisso com a qualidade é a nossa grande obsessão.