Exames

Perda Fetal – Autópsia Molecular

Essa opção é especialmente indicada para fetos com malformações visualizadas em exame de ultrassom, para casos de perda gestacional mais tardia (bebê natimorto), de morte neonatal ou perinatal.

O Diagnóstico Genômico Molecular Sequencial com testes QF-PCR / NGS – Sequenciamento do EXOMA constitui a denominada “autópsia molecular fetal” e analisa DNA extraído da amostra entregue ou enviada, ao Laboratório GENE.

O Diagnóstico Genômico Molecular Sequencial com testes QF-PCR / NGS – Sequenciamento do EXOMA, na atualidade, é a forma mais completa de investigação genética das possíveis causas genéticas de uma perda gestacional que está disponível na rotina laboratorial porque ela avalia tanto as alterações cromossômicas quantitativas nos 46 cromossomos humanos como também avalia as mutações gênicas, nos cerca de 20 mil genes humanos. As mutações gênicas são causadoras de doenças Mendelianas severas ou letais (recessivas ou dominantes, causadas mutações novas, acidentais), de doenças ligadas ao X e de doenças mitocondriais codificadas no genoma nuclear.

A seguir estão as indicações formais para o diagnóstico molecular sequencial mais completo (autópsia molecular fetal), com a análise cromossômica + a análise de mutações nos 20 mil genes do exoma fetal por NGS:

• Consanguinidade dos pais

• CIUR – Crescimento Intra-Uterino Retardado

• Malformação cardíaca fetal

• Malformações fetais múltiplas

• Displasia esquelética

• Hidropisia fetal

• Hidrotórax

• Ascite

• Polidramnia (excesso de líquido amniótico)

• Oligodramnia (escassez de líquido amniótico)

• Acinesia fetal

• Hérnia diafragmática

• Rins policísticos

• Agenesia de membros

• Amputação de membros

• Encefalocele

• Hidrocefalia

• Holoprosencefalia

IMPORTANTE: O Laboratório GENE disponibiliza o diagnóstico genômico molecular sequencial em DNA muito fragmentado (a exemplo do obtido de algumas amostras de aborto retido por longo tempo ou de perda gestacional cujos tecidos foram fixados com formol ou estão inseridos em blocos de parafina). Para o teste de DNA degradado, o valor tem um acréscimo, pois a extração do DNA é complexa e os processamentos são mais dispendiosos.

Amostra:

Tecidos obtidos por curetagem, aspiração manual intra-uterina (AMIU) ou expelidos espontaneamente, fragmento de 1cm de cordão umbilical ou de pele de feto

Entrega:

Cerca de 30-60 dias

Encontre um exame

Veja a relação completa de exames disponibilizados pelo GENE

PRINCIPAIS EXAMES

CONHEÇA O FUNDADOR DO LABORATÓRIO GENE

Dr. Sérgio Pena é Médico-geneticista, Ph.D em Genética Humana pela Universidade de Manitoba (Canadá) e Fellow do Royal College of Physicians and Surgeons do Canadá. Diretor Médico e Científico do GENE – Núcleo de Medicina Genética, Professor Titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia e Professor da Pós-Graduação em Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais.